segunda-feira, 25 de junho de 2018

Rússia moraliza comportamentos na Copa do Mundo

                      Cada país tem suas normas e regras de cultura bem como seus direitos fundamentais a serem seguidos pelo seu povo. O estrangeiro tem por obrigação saber sobre qual deve ser seu comportamento quando se desloca para outro país que não é da sua origem.....não existe uma ordem mundial como muitos querem instituir no mundo...pois este é o plano diabólico para que se estabeleça entre os povos o anticristo, ou seja, uma só língua, uma só moeda, um exército, um só governo, etc.
                      Muitos indivíduos querem se manifestar (ou como dizem...livre expressão) na Rússia como se estivesse em seu próprio país....esquecem que ninguém pode alterar a cultura de povo e/ou querer mudar suas regras ou seu modo de governar. Cada país tem sua independência e se isto não é obedecido estamos diante de uma ditadura, ou seja, quando um indivíduo é imigrante deve ele obedecer e respeitar as regras do local e caso isto não ocorra, é fato que o mundo e pessoas estrangeiras querem mudar a força a cultura de um povo.
                      Parabéns ao governo Russo que não deixa seu país virar uma libertinagem como ocorre no Brasil....regras são para serem cumpridas e não é o mundo que vai dizer como a Russia deve governar seu país. Pessoas egoístas que pensam nas suas próprias cobiças e desejos e esquecem que manter padrões de respeito com as crianças é o alicerce de uma sociedade estável para evitar um caos familiar.
                      Sejamos sóbrios em manter a harmonia global...respeitando as regras e costumes de outros povos...não se intrometendo nos assuntos alheios como se nossa cultura ou tipo de política é a correta...muitas coisas acontecem e poucas são agravantes...temos a tendência de tumultuar pelas redes sociais e a mídia coisas ínfimas....mas os mais culpados são os governos que permitem a imoralidade ser cada vez mais acentuada em seus países.  
                   

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Brasil - Governo faz encalque contra brasileiros

A atual manifestação dos caminhoneiros no Brasil tem dado veracidade que o Sistema eleitoral e político brasileiro está falido. O governo brasileiro tenta achar culpados para o desabastecimento de alimentos, combustíveis e outros produtos em razão da paralisação de muitos cidadãos em todo o país neste mês de maio de 2018.
A paralisação se deu pelo simples fato do governo brasileiro iniciar um encalque contra o seu próprio povo, pois acometeu a todos... impostos além do que se pode suportar e, além disto, na proposta de colocar o petróleo brasileiro (petrobras) equiparado com o mercado internacional, ou seja, dolarizar a nossa fonte de energia mais preciosa. 
Este tipo de ação é uma afronta para qualquer cidadão, pois como pode um produto 100% brasileiro e, ser o maior acionista majoritário, ser equiparado com o mercado internacional...a petrobras tem por objetivo equilibrar o mercado interno de energia e não ao contrário. 
Se a inflação do nosso país, em 2017, foi de aproximadamente 2%...como pode haver disparidade de preços maiores desta porcentagem....alegam alguns economistas que estamos em um mercado livre e não de preços tabelados....quanta hipocrisia de um governo que tende encalcar ao povo preços livres somente para algumas coisas de seu interesse.
Seria razoável ter preços máximos em todos os tipos de mercadorias, negócios, produtos, etc, essenciais a vida humana, e os demais supérfluos para o livre comércio, para que assim todos teriam um ganho justo e demais a barganha na concorrência.
Existe a necessidade urgente de modificar o sistema político brasileiro porque este que atualmente aplicamos promove a corrupção, negociata de cargos, etc, etc.
O problema não está nas pessoas e sim no sistema em que vivemos, pois oferece a possibilidade de se corromper...nem todos as pessoas são iguais....então é necessário um método duro e eficaz.
A liberdade não pode se tornar libertinagem...e os governos provenientes após 1988 pouco fizeram para o interesse público...a prioridade deles sempre está na questão partidária e pessoal em razão das condições que o sistema oferece atualmente.